18.1.12

Personalidades da fronteira – O gerente do Banco do Brasil Walther Rossi

Walther Rossi foi o Gerente do Banco do Brasil que instalou o agronegocio em Ponta Porã, Antonio João, Amambaí e demais municípios do Cone sul no então MT uno, ponto inicial da agricultura mecanizada de todo o Mato Grosso.

A Agência do Banco do Brasil S.A. de Ponta Porã foi o instrumento das Políticas de Governo que mais contribuiu para o desenvolvimento de todo o Cone Sul do Estado. Desde os mais remotos tempos em que José Pinto Costa, comerciante e produtor rural assumiu a Representação deste Banco Oficial aqui na Fronteira a Instituição financeira vem refletindo o programa e a vontade comercial de cada Governo.

As principais fases econômicas pelas quais passamos, com as riquezas da Erva-Mate e da Pecuária primaria e extensiva, e a implantação do Território Federal ou com a chegada do Ramal Ferroviário seguido pelo ciclo da exploração das Madeiras até aos Planos de Desenvolvimento criados a partir de 1964 pelos Governos Militares, todo este vasto Território desde Antonio João até Mundo Novo nas margens do Paranazão orbitava ao redor desta Agência Regionalizada. Somente em 1970 foi criada a Agencia de Amambaí e o Posto de Mundo Novo.

Eu participei por mais de dez anos desse quadro como terceirizado do BB na CREAI, Carteira de Credito Agrícola e Industrial, em companhia dos saudosos fiscais e avaliadores Diogo Guimarães, Athamaryl Saldanha, Galba Torres, Patrício Cássia, Jary de Almeida e Jary Rodrigues Paz vivenciei a administração de diversos Gerentes, entre eles o saudoso Hugo Leite Penteado, fazendo sólidas amizades com os administrativos dessa Carteira José Ivolin Monteiro de Almeida, João Esgalha, Roberto Almirao de Carvalho, Jorge Joji Tamashiro, Cacildo Bella, nessa época contando com a participação do avaliador/topógrafo Jorge Maciel da Silva que até esta data presta serviços topográficos na BRASPLAN do Eng. Agr. Jarbas Shamaedeck.

O Gerente Walther Rossi que em 1968 chegou com sua Maria José nesta Fronteira, conquistou a amizade e o carinho de todos nós.

Com sua habilidade gerencial e o carisma pessoal confirmou amizades e parcerias fortes na área comercial e no setor rural. Com o apoio no campo social incentivou a abertura e instalação da Associação Atlética Banco do Brasil a AABB, que construindo sua sede urbana congregou não só os Funcionários, mas toda a comunidade usuária daquela Agencia. A bocha, o voleibol, o futebol de salão e as reuniões sociais aproximavam a sociedade local que começava a dar as boas vindas aos colonos gaúchos que chegavam em 1969/70 para dar inicio a agricultura mecanizada.

A sede social da AABB de Ponta Porã junto com nosso Sindicato Rural foram as primeiras anfitriãs dos colonos recém chegados que receberam ali o apoio logístico

necessário para a consolidação inicial do agronegocio.

O exemplo dos espanhóis Irmãos Martin Martin que na Granja Gredos estavam iniciando o plantio de extensas áreas de arros, trigo e soja às margens da Ruta V, saída para Asunción foi o grito de partida para o progresso.

Os campos nativos foram descobertos e aconteceu a chegada dos primeiros colonos gaúchos que com a adesão de diversos fazendeiros locais iniciaram a organização do agronegocio com a participação ativa da Agencia do Banco do Brasil de Ponta Porã.

Aqui formulamos as primeiras propostas de financiamento, cumprindo as normas exigidas pela Superintendência do BB, idealizando e implantando regras que foram aceitas pela Diretoria de Operações do Banco, sempre com o incentivo e o parecer experiente do Gerente Walther Rossi.

Neste contexto do agronegocio a habilidade gerencial do Walther conquistou um fato inédito, incluindo no ramo da produção rural os “turcos” tradicionais comerciantes Rafael Rafat, meu compadre Aley Ale e os irmãos Ezaat e Alexandre Iskandar Georges que se tornaram produtores de soja e de gado de corte.

As ações implantadas durante essa Gerencia resultaram na consolidação desta Nova Era do desenvolvimento regional e motivou a instalação da Empresa Agropecuária Três Coxilhas do comerciante/cerealista Fahd Jamil e que se transformou na primeira referencia tecnológica estadual na Transferência de Embriões e comercialização de sêmen bovino no Estado.

Ocupando essa Gerencia até 1973 o Walter Rossi foi servir ao Banco em outras Praças, e após sua aposentadoria regressou definitivamente para a Fronteira com sua Maria José e os filhos, convivendo agora com o progresso que ele ajudou a construir. (Retrospectiva – Artigo publicado em 2001)

NOTA DO AUTOR – 14 de janeiro de 2012 – Nesta data faleceu o gerente Walter Rossi aposentado do BB, um homem que nunca deixou de trabalhar. Após cumprir sua missão no Banco do Brasil retornou para a Fronteira, administrando, assessorando e organizando Empresas. Esta Personalidade da Fronteira vai continuar viva em nossa Historia. Valeu Rossi.

* Produtor Rural. Ex Presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã.
agroney@bol.com.br

Nenhum comentário: